- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.515 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Ano novo

João de Freitas / José Ramos
Repertório de Fernanda Maria

Um ano, mais uma vida
Mais uma ilusão perdida
Mais desenganos, enfim
Novo ano, nova esperança
Aspirações de criança
É sempre assim, sempre assim

De que nos serve pensar / Que ele nos traga e possa dar
O porvir abençoado
Pensar em tal, mas porquê? / Se tudo quanto se vê
Não passa dum triste fado

Um ano, mais uma vida / Renasce a esperança perdida
Em dias de felicidade
Ela se encontra onde quer / Num momento de prazer
E até na própria saudade

Passa um dia, depois dias / Que são as avé-marias
Deste rosário sem fim
E morrem nos corações / Os sonhos e as ilusões
È sempre assim, sempre assim