- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.580 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Desassossego

Duarte / Carlos Simões Neves *fado tamanquinhas
Repertório de Duarte

Foi sempre desassossego
Inquietação delirante
Sintomas dum amor cego
Um labirinto de enredos
Tão perverso e perturbante

Tivemos noites errantes / Cruzámos tantos caminhos
Deixámos de ser amantes
Dia a dia mais distantes / E acabámos tão sozinhos

Fechei-me dentro de mim / Estou num quarto sem janelas
Da viagem foi o fim
As certezas são assim / Não sei o que fazer delas

Disseste que o tempo cura / As feridas do coração
Depois de tanta procura
E duma ou outra aventura / As feridas ainda cá estão