- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fado Tristão

António Mestre / M.Lago
Repertório de Tristão da Silva

Ao pôr os olhos no mundo / Fiz tão tristonha expressão
Que meu pai disse, profundo / Achei-lhe o nome Tristão

Sou Tristão porque sou triste / Desde o dia em que te vi
Mas tinha que nascer triste / Nasci p'ra gostar de ti

Tristeza, passa de largo
Meu viver è tão amargo
Que nem podes conhecer
Se te chegas, concerteza
Embora sejas tristeza
De tristeza vais morrer


Sou Tristão porque sou triste / Sou triste por ser Tristão
Tristeza amiga, desiste / Mais tristeza p'ra mim, não

Minha mãe disse, coitada / Quando um dia me supreendeu
A rir duma brincadeira; / 
Porque choras filho meu ?