<> Canal de rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça Fados

<> <> <>
As 5.850 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

Barata tonta

Maria do Rosário Pedreira / António Zambujo
Repertório de António Zambujo

Sai de casa, vê as horas
Solta a roda do vestido / Fecha a porta de mansinho
Dos seus lábios como amoras
Espreita um sorriso atrevido / Põe o pé no mau caminho

Passa por mim diz-me adeus
E em passo bem apressado / Desaparece no escuro
Ai, por um beijo dos seus
Eu vendi o meu passado / E comprava o seu futuro

Olha quem chega tão tarde
Falta pouco o sol desponta 
Vem de sapatos na mão
Ainda tem quem a aguarde
Sou eu a barata tonta 
Às voltas com a paixão

Passa por mim diz-me adeus
Vê as horas e boceja / Há-de deitar-se vestida
Ai por um sonho dos seus
Ai que fosse eu quem a beija / Dava toda a minha vida