- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Era a noite que caía

Vasco Graça Moura / Carlos da Maia *fado perseguição*
Repertório de Joana Amendoeira

Era a noite que caía
E na sombra recolhia
O voo das andorinhas
Era a voz que se calava
Era a dor de ver que estava
Sem as tuas mãos nas minhas

Eram passos que escutei
Que eram teus ainda pensei / Iludiu-me o coração
Foram pela rua escura
Longe da minha amargura / E acompanhei-os em vão

Fiquei perto da janela
Pus-me a abri-la com cautela / Fiz disfarce da cortina
Vi então na luz incerta
Que a rua estava deserta / E deserta estava a esquina

Era só eu na escuridão
Era no peito um rasgão / Era já no céu a lua
Que me importa, à minha porta
A sombra que se recorta / 
Bem pode ainda ser a tua