- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fado sina

Isidoro Cavaco / Casimiro Ramos *fado fé*
Repertório de Claudia Madeira

O fado nasceu um dia
Na alma dum português
Tem saudade e nostalgia
Tem ternura e tem magia
É plebeu e é burguês

O sentimento do fado / Sem o pensar muita vezes
Na saudade era cantado
Foi para o mundo levado / Na boca dos portugueses

Recordações das mais belas / Saudades ternas distantes
Cantado à luz das estrelas
Viajou nas caravelas / Na boca dos navegantes

O fado já percorreu / O mundo sem timidez
A saudade o concebeu
E por magia nasceu / Na alma dum português

Fado, sina ou destino / Sentimento sem igual
Vive em nós desde menino
E por capricho divino / Veio nascer em Portugal