- - - - -

- - - - -
<> Clique na imagem e oiça Fado <>
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.650 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Praia nua

António Calém / Helena Moreira Viana *fado lenitivo*
Repertório de Carminho

Tudo se desfez em bruma
Mesmo esta orla de espuma
Foi levada pelo vento
E agora a praia é deserta
Nua, despida e aberta
Ao total esquecimento

Tudo passou sem deixar
Qualquer coisa que ao passar
Em vez de passar, ficasse
Qualquer saudade parada
Mesmo uma esperança de nada
Que este mar nunca levasse

Mas hoje a praia é vazia
Como esta casa onde um dia
Viveu o teu coração
Algas mortas e sargaços
A saudade dos teus braços
Praia nua e solidão