- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Falando de fado

Carlos Baleia / Armando Machado *fado três bairros*
Repertório de Linda Leonardo

Não sei se fado é destino
Tragédia, amor, solidão
Paixão ou forma de ser
Se é dor ou é desatino
O pensar com o coração
E assim gostar de viver

Sei que ele anda por aí / Entra e sai das nossas vidas
Sem água-vai nos dizer
Por tudo aquilo que ouvi / É senhor que às escondidas
Aparece quando quer

Não há portas nem janelas / Que ao fado neguem entrada
Nesta Lisboa cidade
Nas tabernas, nas vielas / E na casa apalaçada
Entra p’la mão da saudade

O povo recusa enganos / E percebe claramente
Como este amor tem durado
E ao fim de tantos anos / Há uma Lisboa contente
Por ser amante do fado