- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Noite de todos nós

Fernando Campos de Castro / Renato Varela *fado varela*
Repertório de Alfredo Guedes

A noite é dos amantes enlaçados
Num gesto de ternura em hora louca
A noite é dos que vivem naufragados
E mordem no silêncio a própria boca

A noite é dos boémios, dos artistas
Daqueles que ao silencio chamam grito
A noite é dos poetas, dos fadistas
Que sonham muito além do infinito

A noite é de nós todos divididos
Entre o querer ser tudo e não ser nada
A noite é dos que moram escondidos
No ventre redentor da madrugada

A noite é o pulsar da nossa voz
Que sabe a dor e fado e a tristeza
A noite, a noite inteira somos nós
Fadistas desta alma portuguesa