- - - - - - - - - -

- - - - - - - - - -
- - - - - - - - - -

° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.170 LETRAS PUBLICADAS // 1.970.000 VISITAS // OUTUBRO 2020

Atingido este valor // Que me faz sentir honrado // Continuo, com amor // A ser servidor do fado.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 90 letras publicadas que nao constam do índice.

Caso encontre alguma avise-me, por favor.

Se não encontra o Fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

O meu amor dá-me vida

Henrique Abreu / Franklim Godinho *6as*
Repertório de Henrique Abreu


O meu amor é um castigo
Se eu a não vejo um só dia
Faço tudo o que é preciso
Digo que a vi e não via;
E a mentir assim, consigo
Sonhar e ter alegria

O meu amor é um tormento  / Quando foge e perde a fala 
Não me sai do pensamento  / Não se importa, não se rala;
Às vezes eu perco o alento 
Mas não consigo deixá-la

O meu amor é constante / Não anda ao sabor do vento
Penso nela a cada instante / Rio e choro num momento;
Fica mais perto ou distante
O céu que eu próprio invento

O meu amor é esperança / Com seus olhos m’ilumina
Sinto-me outra vez criança / P’ra longe vá a má sina;
Tenho uma fá que não cansa
Tenha um graça divina

O meu amor dá-me vida / Dá-me o ser e o não ser
É o fim e a partida / É ganhar mesmo a perder;
O meu amor dá-me vida
Com ela vou renascer