- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Canal de JOSÉ FERNANDES CASTRO em parceria com RÁDIO MIRA

RÁDIO apadrinhada pelo mestre *RODRIGO*

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
AS LETRAS PUBLICADAS REFEREM A FONTE DE EXTRAÇÃO, OU SEJA: NEM SEMPRE SÃO MENCIONADOS OS LEGÍTIMOS CRIADORES
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
ATINGIDO ESTE VALOR // QUE ME FAZ SENTIR HONRADO // CONTINUO, COM AMOR // A SER SERVIDOR DO FADO
POIS MESMO DESAGRADANDO // A TROIANOS MALDIZENTES // OS GREGOS VÃO APOIANDO // E VÃO FICANDO CONTENTES
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6.695 LETRAS PUBLICADAS <> 2.679.000 VISITAS < > 01 FEVEREIRO 2023
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Ai dona feia foste-vos queixar

Natália Correia / Fontes Rocha
Declamado por Ary dos Santos
Adaptação de Natália Correia de uma cantiga medieval da autoria de João Garcia de Guilhade

Ai dona feia, fostes-vos queixar
De que vos nunca louvo em meu trovar
Mas umas trovas vos quero dedicar
Em que louvada de toda a maneira sereis
Tal é o meu louvar
Dona feia, velha e gaiteira

Ai dona feia, se com tanto ardor
Quereis que vos louve como trovador
Trovas farei de tal teor
Em que louvada de toda a maneira sereis
Tal é o meu louvor
Dona feia, velha e gaiteira

Ai dona feia, nunca vos louvei em meu trovar
Eu que tanto trovei
Eis que umas trovas vos dedicarei
Em que louvada de toda a maneira sereis
E assim vos louvarei
Dona feia, velha e gaiteira