- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.530 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Vai-vém do cacilheiro

Rui Manuel / Vital d' Assunção
Repertório de Artur Batalha 

Anda alegre o cacilheiro 
Com uma gaivota na proa 
Num vai-vém o dia inteiro 
De Cacilhas pra Lisboa

Casca de noz amarela / Desbravando o mar da Palha 
A pressa não atrapalha / A quem anda com cautela
O Cristo-Rei tagarela / Espreita cada passageiro 
Tem rosto de marinheiro / Nascido à beira do rio 
Co’a proa num desafio / Anda alegre o cacilheiro

Transporta o sol de boleia / Manda piropos à lua 
E diz não ser culpa sua / Quando ela aparece cheia
A ponte nem faz ideia / Da gente que se amontoa 
No seu bojo, maré boa / Maré povo de coragem 
Dia a dia na viagem / De Cacilhas pra Lisboa

De Cacilhas pra Lisboa / Num vai-vém um dia inteiro
Com uma gaivota na proa / Anda alegre o cacilheiro