- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.530 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Meu amor onde navegas?

Mário Raínho / António Neto
Repertório de Cristina Maria

Meu amor, meu silêncio tão tardio
Em que mar, teu olhar tu me negas
Nevoeiro que me esconde o navio
Onde navegas, onde navegas, onde navegas?

No cais do olhar
Este pranto, esta dor
Vai dizendo ao mar
Pra que voltes, meu amor

Meu amor, nesta busca enlouqueço
E em ondas, só de lágrimas se entrega
A saudade, onde sempre tropeço
Onde navegas, onde navegas, onde navegas?