- - - - - - - - - -

- - - - - - - - - -
- - - - - - - - - -

° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.170 LETRAS PUBLICADAS // 2.000.000 VISITAS // DEZEMBRO 2020

Atingido este valor // Que me faz sentir honrado // Continuo, com amor // A ser servidor do fado.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que nao constam do índice.

Caso encontre alguma avise-me, por favor.

Se não encontra o Fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

Canto de ternura

Sérgio Marques / Francisco José Marques *fado zé negro*
Repertório de Sérgio Marques                   

Se dizem do fado, louco
Deixem-me cantar um pouco
Pois eu gosto dele assim
Seja alegre ou magoado
Quero sentir no meu fado
A loucura que há em mim

E canto sempre a meu jeito
Mesmo quando neste peito
Habitam tristeza e dor
Que me importa essa loucura
Se é nele que encontro a cura
Para os meus males de amor ?

Se é louco então este fado
Que escutamos com agrado
Mesmo quando há pouca voz
Dendita seja a loucura
Deste canto de ternura
Loucos somos todos nós