- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.500 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Até que volte à luz

Fernando Campos de Castro / Armandinho *fado estoril*
Repertório de Rita Santos

Aqui neste vazio onde tão só me encontro
A vida que me quer tornou-se desespero
Se tudo em mim é frio tristeza e desencontro
De que me serve a vida que não quero

Sempre que vivo um sonho e nesse sonho avanço
A vida corta o passo e tudo em mim recua
Num gelo tão medonho, sem calma nem descanso
Deixando-me cansaço na alma triste e nua

Se nada me seduz, quero voltar um dia
À vida que eu quis ter e há muito me deixou
Até que volte à luz da tua companhia
Para voltar a ser aqulo que não sou