- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.530 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Quimeras à solta

Manuel Carvalho / Alfredo Duarte
Repertório de Joaquim Brandão 

Senti hoje a tal revolta
Ao ver ilusões à solta
Pelas ruas da cidade
É revolta que se sente
Quando no peito da gente
Já não cabe mais saudade

Vivo cansado a sonhar
Já não tenho dor p’ra dar / Ao desejo que m’enleia
Morro nesta ansiedade
À procura da verdade / Com sonhos feitos d’areia

Esta angustia que me mata
Vai vencendo quando ataca / O que penso de mim mesmo
Pois só encontro a verdade
Pelas ruas da cidade / A matar sonhos a esmo

Assim vai a vida embora
Os sonhos ficam lá fora / À espera do fado norte
Viver a vida a preceito
Toda a gente tem direito / Mas é preciso ter sorte