- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Rádio apadrinhada pelo mestre RODRIGO

Rádio apadrinhada pelo mestre RODRIGO
CANAL DE JOSÉ FERNANDES CASTRO EM PARCERIA COM A RÁDIO MIRA

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Loading ...

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

* As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores *

<> 6.305 LETRAS <> 2.180.000 VISITAS <> JUNHO DE 2021 <>

* ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO *

* POIS MESMO DESAGRADANDO /*/ A *TROIANOS* MALDIZENTES /*/ OS "GREGOS VÃO APOIANDO /*/ E VÃO FICANDO CONTENTES *

* NÃO ENCONTRA O FADO PREFERIDO? /*/ ENVIE, POR FAVOR, O SEU PEDIDO * fadopoesia@gmail.com

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

* NASCEU ASSIM... CRESCEU ASSIM... CHAMA-SE FADO // Vasco Graça Moura // Porto 03.01.1942 // Lisboa 27.04.2014 *

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Aveiro está mais moderna

Silveste José / Martinho d’Assunção *fado dos azulejos*
Repertório de José Guerreiro

A cidade está moderna / Tem muita pastelaria
Quase já não há taberna / E afogar mágoas de um dia

A cidade mudou tanto / Como hoje è natural
Pequena loja com pranto / Ri Centro Comercial

Passeio em avenidas, casas novas
Escutando ao mesmo tempo, belas trovas
Nesta Aveiro renascida
Onde a vida ganha vida
Nas ruas há menos covas

Forca-Vouga tanto brilha / Sua rotunda imponente
Alindada è maravilha / Que mostra o fim do presente

O futuro é promissor / Rasgam-se novas artérias
Vem turista com amor / Passar cá as tuas férias

O Estádio vai ser uma realidade / E como cresce a Universidade
O Cojo tem novo rosto / Não tem pó hoje dá gosto
Forum é lindo de verdade

A Ria está mais limpa dia a dia / Até os peixes notam melhoria
No rasto do Moliceiro / Cagaréu ou Ceboleiro
Todos com amor p’la Ria