<> Existe um espaço de 20 segundos entre o começo do Fado e a sua identificação <>
Loading ...
<> <> <> <> <>
Vai certamente encontrar // Algumas incorreções /:/ Se quiser, pode ajudar // Com boas informações.

<> <> <> <> <>
As letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <> <> <>
A seguir aos índices encontrará uma lista aconselhável de FONTES de FADO !!!

<> <> <>

<> <> <>
5.875 LETRAS // 1.470.000 VISITAS // NOVEMBRO 2019

Poema da malta das naus

António Gedeão / Paulo Valentim
Repertório de Kátia Guerreiro

Lancei ao mar um madeiro
Espetei-lhe um pau e um lençol
Com palpite marinheiro
Medi a altura do sol

Com a mão esquerda benzi-me / Com a direita esganei
Mil vezes no chão, bati-me / Outras mil me levantei

Dormi no dorso das vagas / Pasmei na orla das praias
Arreneguei, roguei pragas / Mordi pelouros e zagaias

Tremi no escuro da selva / Alambique de suores
Estendi na areia e na relva  / Mulheres de todas as cores

Moldei as chaves do mundo  / A que outros chamaram seu
Mas quem mergulhou no fundo  / Do sonho, esse, fui eu

O meu sabor é diferente / Provo-me e saibo-me a sal
Não se nasce impunemente / Nas praias de Portugal