<>-----<>-----<> Existe um espaço de 20 segundos entre o começo do Fado e a sua identificação <>-----<>-----<>
Loading ...

5.915 LETRAS // 1.500.000 VISITAS // DEZEMBRO 2019

Terra da minha gente

José Luís Gordo, Mário Raínho / António Zambujo
Repertório de António José Zambujo

Ai terra da minha gente
Trigueira de solidão
A tua voz bem presente
Grita nos campos do pão

Mas grita como quem canta / Os silêncios do pastor
Quando a alma se agiganta / Morremos quase sem dôr

Mas não morremos sózinhos / Nem chegamos a morrer
Que os cheiros dos teus caminhos / Nos obrigam a viver

A viver como quem molha / A boca seca, num beijo
Ai terra que se desfolha / Ai pranto, chão, Alentejo