<> Existe um espaço de 20 segundos entre o começo do Fado e a sua identificação <>
Loading ...
<> <> <> <> <>
Vai certamente encontrar // Algumas incorreções /:/ Se quiser, pode ajudar // Com boas informações.

<> <> <> <> <>
As letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <> <> <>
A seguir aos índices encontrará uma lista aconselhável de FONTES de FADO !!!

<> <> <>

<> <> <>
5.680 Letras / 1.320.000 VISITAS // JULHO 2019

À noite

Nuno Júdice / Alfredo Duarte *fado laranjeiro* 
Repertório de Carlos do Carmo 

No fado em que nasci, no fado em que morri
Um fado vi nascer, na sina de morrer
Em tudo o que cantei, um rosto me sorri
Um fado me ensinou, que nunca vou esquecer

E se o fado me leva, para onde te ouvi
É porque é só no fado, que eu oiço a tua voz
A mais bela das noites, que a voz me ensinou
Onde é noite o teu fado, e o fado somos nós

Quero ouvir neste fado, outro fado igual
E viver nesta noite, que á noite aconteceu
Ser outro nos teus braços, ser outro e ser igual
Sermos um em ser dois, e seres tu em ser teu

Ver a noite inventada, num luar descoberto
Ser riso o próprio pranto, ser fado no meu canto
Ser dia e noite escura, e certo o mais incerto
Ver nascer deste fado, um fado em cada canto