- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fragata do Tio Bento

Helder do Ó / Casimiro Ramos *fado três bairros*
Repertório de Hélder do Ó

Fragata, rosa do rio
Ao sol, à chuva e ao frio
Sem fadiga nem canseira
Parece que estou a vê-la
Orgulhosa, de alta vela
À conquista da Ribeira

O patrão vem da lezíria
Troca palavras de gíria / P’lo sal da vida que traz
Tem nas mãos rugas de amor
E tempera com suor / As queixas que o rio lhe faz

Recordo-me do Tio Bento
Que em dias de pouco vento / Que não dava p’ra zarpar
Contava histórias da lida
Que o prenderam à vida / Com sonhos de alto mar

Meu Tejo, ficaste pobre
Sem a tua fragata nobre / Emblema desta cidade
À Ribeira já não voltas
A vida virou-te as costas / Deixaste em mim a saudade