- - - - - - - - - -

- - - - - - - - - -
- - - - - - - - - -

° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que não constam do índice. Caso encontre alguma avise-me, por favor.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.240 LETRAS PUBLICADAS /*/ 2.053.000 VISITAS /*/ FEVEREIRO 2021

ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO.

.

História sem fé

Manuel Paião / Eduardo Damas
Repertório de Tristão da Silva

Ele era da Mouraria / E ela da Madragoa
Viviam longe um do outro / Mesmo vivendo em Lisboa

Um
dia a Rua da Prata / Numa esquina os dois juntou
Ele olhou, ela sorriu / E aquele amor assim começou

Passaram dias e meses
Que aquele amor foi paixão
Casaram os dois na Esperança
E foram p'ro Capelão
Tempos depois, numa tarde
Em que tudo era virtude
Levaram os dois a filha
À Senhora da Saúde


Ela cresceu e um dia / Numa rua de Lisboa
Ficou presa aos olhos negros / Que vinham da Madragoa

Ele falou do seu bairro / E ela falou do dela
E começou o namoro / 
Ele na rua rua e ela à janela