- - - - - - - - - -

- - - - - - - - - -
- - - - - - - - - -

° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.170 LETRAS PUBLICADAS // 2.000.000 VISITAS // DEZEMBRO 2020

Atingido este valor // Que me faz sentir honrado // Continuo, com amor // A ser servidor do fado.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que nao constam do índice.

Caso encontre alguma avise-me, por favor.

Se não encontra o Fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

Deixaste a vida de outrora

Maria Manuel Cid / Armandinho *fado da adiça*
Repertório de Sancha Costa Ramos

Cruzei na rua contigo
Repara que mal te vi
E francamente te digo
Que nem eu te conheci

Que é dessa cinta vistosa / Que enrolavas à cintura
E tornava tão airosa / A tua linda figura

E esses safões de borrego / De castanho desbotado
Da manta que era aconchego / Quando guardavas o gado

A tua calça justinha / E o teu verde barrete
Com a borda já velhinha / A beijar o teu colete

Da maneira tão tão airosa / Com que montavas, pimpão
Essa faquinha nervosa / O teu cavalo alazão

Deixaste a vida de outrora / Renegaste a tua raça
E quando passas agora / És mais um homem que passa