- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.515 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

As palavras *M.Alegre*

Manuel Alegre / António Chaínho
Repertório de Humberto Sotto Mayor 

Palavras tantas vezes perseguidas
Palavras tantas vezes violadas
Que não sabem cantar ajoelhadas
Que não se rendem mesmo se feridas

Palavras por quem eu fui cativo
Na língua de Camões vos querem escravas
Palavras com que canto e onde estou vivo
Mas se tudo nos levam isto nos resta:
Estamos de pé dentro de vós palavras
Nem outra glória há maior do que esta

Palavras tantas vezes proibidas
E no entanto as únicas espadas
Que ferem sempre mesmo se quebradas
Vencedoras ainda que vencidas