<> Canal de rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça Fados

<> <> <>
As 5.850 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

Deixa a saudade

António Rocha / Popular c/arranjos de Fontes Rocha
Repertório de António Rocha

Deixaste em mim uma saudade sem ter par
Da tua ausência fiz versos que não cantei
Mas hoje vi o céu azul do teu olhar
E de meus tristes pesadelos, acordei

Mais bela ainda que no dia em que partiste
Qual ser divino, surgiste na minha frente
Eu que pensando em ti, estava sozinho e triste
Voltei à tua realidade sorridente

Breve ilusão, curto sorrir, breve verdade
Alto castelo que amanhã já será pó
Pois vais de novo, nas deixa a saudade
P'ra que me sinta menos triste e menos só