<> Canal de Rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça a Rádio Bocas do Fado

<> <> <>
Este espaço foi criado <> Com grande dedicação <> Por alguém que faz do fado <> A sua religião.

<> <> <>
As 5.850 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

Circo familiar *humor*

Edmundo Ribeiro / José Duarte Seixal *fado seixal*
Repertório de Edmundo Ribeiro

Mas que grande companhia
De circo, eu vou formar
Faz-se grande acrobacia
Compõe-se de bicharia
O circo familiar

Para que a todos agrade / Far-se-á estreia boa
De Sagui faz meu compadre
De Zebra a minha comadre / Minha irmã faz de Leoa

O meu sogro, é o Leão / A sogra, a Foca vaidosa
O meu tio faz de Cão
O Lobo é meu irmão / Minha mulher é Raposa

Meu avô por estar cansado / Faz o Camelo indolente
O meu primo é o Veado
Elefante o meu cunhado / Minha mãe é a Serpente

O meu pai é o Porco-espinho / Minha avó é a Hiena
O Tigre é o meu padrinho
Leopardo o meu sobrinho / Vai entrar tudo em cena

Eu sou gerente com fé / E em ultimo recurso
Vou fazer de Chimpanzé
Javali e Jacaré / Burro Macaco e Urso