- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Canto de viagem

Fernando Gomes Santos / Manuel Graça Pereira
Repertório de Madur 

Quando canto dou-me de alma inteira
No meu canto não há meio amor
Solto a voz em qualquer fronteira
P’ra seguir a vida com fervor

A caminhada é incerta e tão dura
Mas não levo meia-volta na viagem
Vou embalada pelos braços da aventura
Embriagada com as cores da paisagem

O meu peito traz-me a luz perfeita
No meu canto não há meio-dia
Há um sol que está sempre à espreita
A guiar-me pela noite fria

A caminhada é incerta e tão dura
Mas não levo meia-volta na viagem
Levo a verdade, a esperança e a ternura
Não há saudade que me corte a passagem

Sonho o futuro / Num caminho de loucura
O que procuro / É o longe e a miragem