- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.580 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Esperar para quê

Linhares Barbosa / Carlos Rocha
Repertório de Tina Santos

Nosso amor foi como a espuma / Como a espuma de sabão
Que a gente aperta na mão / E fica em coisa nenhuma

O nosso amor assim foi / Porque è que gente costuma
Fabricar balões de espuma / Que o vento leva e destrói

Esperar para quê
Se a própria vida nunca espera
E sabemos demais
Que a nós não volta a primavera
Esperar para quê
Se doutros olhos te enamoras
Amanhã ou depois
Serão diferentes outras horas
Esperar para quê
Se eu vejo, amor, que te demoras


No entanto ainda espero / Que Deus seja meu amigo
Que ele se zangue comigo / Por coisa nenhuma quero

Vivo d'ilusões, em suma / Sou tal qual uma criança
Que pôe toda a confiança / 
Num balãozinho d'espuma