- - - - - - - - - -

- - - - - - - - - -
- - - - - - - - - -

° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.170 LETRAS PUBLICADAS // 2.000.000 VISITAS // DEZEMBRO 2020

Atingido este valor // Que me faz sentir honrado // Continuo, com amor // A ser servidor do fado.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que nao constam do índice.

Caso encontre alguma avise-me, por favor.

Se não encontra o Fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

Este poema

Fernanda Maria / Adelino dos Santos
Repertório de Fernanda Maria

Não queiras saber de mim
Deixa-me entregue à bebida / Deixa-me a vida viver
Estou cansada desta vida
Estou cansada, estou vencida / Estou cansada de sofrer

Chorei, chorei 
Triste fiquei  sozinha depois
Bebi, bebi 
Sofri, sofri, sofremos os dois
Senti ciúme
Chorei, sofri a noite inteira
Fumei, fumei
Pensei, pensei desta maneira

Volta amor e vem depressa / Desejo ver-te chegar
Desejo voltar à vida / E nunca mais te deixar

Sinto os meus olhos chorar
Ao escrever este poema / Canto de choro, solidão
Tristeza, dor foi o lema
Nossa vida foi o tema / Desta minha inspiração