- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fado ao sabor da sorte

Letra e musica de Valentim Filipe
Reportório do grupo Al Mouraria


Fado, fado vida, fado ardente
Fado novo que se sente
Nas cordas duma emoção;
Fado, fado sina de mulher
Que seja o que Deus quiser
Na mágoa duma canção

Fado de amor e de dor, doce canto de saudade
Dois amores, vinho tinto entornado em liberdade

Fado triste, fado louco, que façam pouco, é o destino
Fado incerto de um poema rasgado num desatino

Fado antigo, fado amigo
Fado corrido ou vadio
Fado que nasce no peito como a nascente de um rio
Fado vida, fado morte
Fado de ser ou não ser
Quem anda ao sabor da sorte tem de aprender a viver

E quando é já madrugada / O fado toca o destino
Na noite embriagada / O fado é outra vez menino