- - - - - - - - - -

- - - - - - - - - -
- - - - - - - - - -

° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que não constam do índice. Caso encontre alguma avise-me, por favor.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.200 LETRAS PUBLICADAS // 2.028.600 VISITAS // Janeiro 2020

Atingido este valor // Que me faz sentir honrado // Continuo, com amor // A ser servidor do fado.

.

Ninguém há-de saber

Fernando Campos de Castro / Miguel Ramos *fado alberto*
Repertório de Pedro Vilar

Ninguém há-de saber do nosso amor
Nem nada do que sinto ou que tu sintas
Ninguém há-de saber seja o que for
Das nossas duas bocas tão famintas

Ninguém há-de saber da luz intensa
Que há num corpo assim amotinado
Nesta secreta entrega assim suspensa
Entre o prazer divino e o pecado

Ninguém há-de saber do nosso cheiro
Do mundo que nós pomos num só verso
Ninguém há-de saber do paradeiro
Do nosso amor maior que o universo

Ninguém há-de saber desta ternura  
Nem do segredo amor que ouço e digo
Ninguém há-de saber desta loucura
De quando morro e vivo a sós contigo