- - - - - - - - - -

- - - - - - - - - -
- - - - - - - - - -

° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que não constam do índice. Caso encontre alguma avise-me, por favor.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.240 LETRAS PUBLICADAS /*/ 2.053.000 VISITAS /*/ FEVEREIRO 2021

ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO.

.

Cravo de fogo

Mário Raínho / Alfredo Duarte *fado bailado*
Repertório de Mário Raínho

Não vales o que sonhei
Em meus momentos vividos
És o tiro que falhei
E me condena, sem lei
A algemar os sentidos

Não és o raro perfume / Feito em essências de paixão
És a negrês dum ciume 
Braseiro feito sem lume / Com cinzas de solidão

Não és o cravo de fogo / Aceso na minha boca
És o pranto mais o rôgo 
Meu adeus, até mais logo / Onde a vida será pouca

Nem sei o que és p’ra mim / Serás o céu ou o inferno
A campa rasa, o jardim 
Princípio que não tem fim / Primavera ou Inverno