- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Rádio apadrinhada pelo mestre RODRIGO

Rádio apadrinhada pelo mestre RODRIGO
CANAL DE JOSÉ FERNANDES CASTRO EM PARCERIA COM A RÁDIO MIRA

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Loading ...

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

* As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores *

<> 6.360 LETRAS <> 2.245.800 VISITAS <> AGOSTO DE 2021 <>

* ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO *

* POIS MESMO DESAGRADANDO /*/ A *TROIANOS* MALDIZENTES /*/ OS "GREGOS VÃO APOIANDO /*/ E VÃO FICANDO CONTENTES *

* NÃO ENCONTRA O FADO PREFERIDO? /*/ ENVIE, POR FAVOR, O SEU PEDIDO * fadopoesia@gmail.com

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

* NASCEU ASSIM... CRESCEU ASSIM... CHAMA-SE FADO // Vasco Graça Moura // Porto 03.01.1942 // Lisboa 27.04.2014 *

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Bom dia meu amor

*O nosso amor é livre*
Vasco de Lima Couto / Martinho D´Assunção
Repertório de Carlos do Carmo


Bom dia meu amor, m
eu cravo intemporal
Sem grilhetas nos pés, á
distãncia em que lavras
Sem algemas de fumo n
a voz de Portugal
Onde a memória viu q
ue amordaçou palavras

Bom dia meu amor, porque tu vais chegar
Sem aquelas presenças da sombra que fez medo
E vais falar mais alto, ouvindo e repetindo
Cada letra de luz que projecta o segredo

Bom dia meu amor, meu campo e minha casa
Regato da manhã que entre os penedos dança
Bom dia ao pé do sol, bom dia ao pé da noite
Minha força encontrada nos caminhos da esperança

Bom dia meu amor, meu poema de paz
Só de olhar para ti, o futuro já vive
Por isso na alegria, do amor que me dás
Canto-te em português, o nosso amor é livre