- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fada do lar *a vida em comum*

Maria do Rosário Pedreira / Armando Freire *fado mayer*
Repertório de Aldina Duarte

Já fiz a sopa, passei a roupa, varri o chão
Dobrei lençóis, estendi rissóis, comprei o pão
Lavei os pratos e os teus sapatos estão a brilhar
Mudei a cama, quero ter fama de fada do lar

Vá, já são horas; se demoras
Que vai ser do jantar?
E eu disse que sabia
Cuidar do meu rapaz
Vá lá, são horas, nunca mais te vejo entrar
E logo hoje, que tanto queria
Mostrar do que sou capaz

Já pus a mesa e a vela acesa, num castiçal
Fiz pataniscas, temperei as iscas com alho e sal
Numa bandeja trouxe a cerveja, vem lá brindar
Bem podes dizer que a tua mulher è a fada do lar