- - - - - - - - - -

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira
° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que não constam do índice. Caso encontre alguma avise-me, por favor.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.270 LETRAS PUBLICADAS /*/ 2.078.500 VISITAS /*/ MARÇO 2021

ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO.

Pois mesmo desagradando // A "Troianos" maldizentes / Os "Gregos" vão apoiando // E vão ficando contentes

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se não encontra a fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

fadopoesia@gmail.com

- - - - - - - - - - - - - - - -

Pesquisa.

O fado que a gente sente

Letra e musica de Maurício do Vale
Repertório de António Passão

Quando a guitarra se faz ouvir
Quer numa tasca, num palácio, em qualquer lado
Hé sempre alguém que há-de pedir
Senhores ... silêncio... que se vai cantar o fado

Seja um doutor ou um amador
Há sempre um tom que até convém aprender
Talvez em Sol se Deus quiser
Vai ser um fado a ser cantado a valer

Ai quando a gente canta e sente o nosso fado
Já não importa se ele é bem ou mal cantado
O que é preciso é sentirmos, ao cantar
Na nossa alma uma guitarra a trinar

Quando se canta, quando se diz
O que um poeta certo dia nos deixou
Às vezes triste, ou então feliz
A gente sente que é verdade o que cantou

De olhos fechados por mil pecados
Não há por bem quam ao fado lhe resista
E tu também, deixa que insista
Anda cantar e vem provar que és fadista