- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

De boa fé

Artur Ribeiro / Júlio Proença *fado esmeraldinha*
Repertório de Maria Valejo 

De boa fé cheguei à tua vida
E dei-me sem limites de carinho
De boa fé e de razão perdida
Eu fiz da tua rua o meu caminho

De boa fé até ao absurdo
Eu pus nas tuas mãos a vida minha
Pode não valer nada, mas é tudo
E é no fim de contas quanto tinha

Mas tenho tanta fé e tanta esperança
Que fiz da minha esperança finca-pé
E não creio que sejas tão criança
Que tentes abalar a minha fé