- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fui estrela e lua triste

Fernando Campos de Castro / Miguel Ramos *fado alberto
Repertório de Alzira Afonso

Por ti venci marés e vendavais
E caminhei descalça sobre brasas
Por ti ultrapassei leis e sinais
E pude abrir ao sol as minhas asas

Andei no submundo dos sentidos
Da vida conheci verde e secura
Por ti rasguei caminhos proibidos
E tropecei em luz na noite escura

Por ti vesti de luto e d’ansiedade
E naveguei mil lábios quase louca
Mas nos meus dedos fartos de saudade
Prendi a tua boca à minha boca

Fui mar encapelado e fui bonança
Estrela e lua triste em céu perdida
Por ti voltei de novo a ser criança
Sabendo que eras tu a minha vida