- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.580 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fado fado

Nito / Pedro Rodrigues
Repertório de Deolinda Rodriges

Ser fadista è ter no peito
Um coração contrafeito / E um poema de afeição
È cantar constantemente
O amor de toda a gente / Nos versos de uma canção

Em cada espaço de dor
È já saudade maior / O pranto que se adivinha
È porta-voz de ansiedade
Daquele que chegou tarde / E ficou de alma sozinha

Ó fado fado, este povo que te canta
Ó fado fado, vives na nossa garganta
Ó fado fado, das horas boas e más
Quanta alegria tu nos dás, ó fado fado


Se alguém anda amargurado
Busca o consolo no fado / Conta-lhe s penas da alma
O fado que ao fado narra
Vai dedilhar na guitarra / E o peito logo se acalma

Este fado que não passa
Canção-pátria, sol da raça / Onde houver um português
Todos sabemos cantá-lo
P'ra tanto basta escutá-lo / 
E repeti-lo outra vez