- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.530 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Homens de amanhã

Frutuoso França / Joaquim Campos *fado alexandrino*
Repertório de Frutuoso França 

Passava à minha rua, manhã de todos dias
Um lindo garotito, maroto e bem traquina
Passava a assobiar, expandindo alegrias
Mas ia pró trabalho cumprir a sua sina

Tinha então doze anos, ainda por fazer
Mas meteu-se em cabeça, também de namorar
Então todos os dias, p’ra ela lhe aparecer
Passava à minha rua, pondo-se a assobiar

A nomorada era uma rosita a abrir
Mas linda como os anjos de rosto meigo e brando
E eu um dia que os vi, perguntei-lhes a rir
Se não tinham vergonha de estarem namorando

Senhor, eu já trabalho e tenho amarga lida
E cumpro o meu dever perante a minha mãe
Sou novo bem o sei, mas ganho a minha vida
E aprendo ao mesmo tempo a namorar também

Vou terminar dizendo quero ter uma casinha
Onde caiba o amor e a pura lei cristã
Eu fiquei a pensar e lá foi à vidinha
O mais bonito exemplo dos homens de amanhã