<> Canal de rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça Fados

<> <> <>
As 5.850 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

Eu trago risos na boca

Heroina Pina / Alfredo Duarte *fado bailado*
Repertório de Deolinda Maria

Eu trago risos na boca
A disfarçar meu desgosto
E a gargalhar como louca
Eu trago risos na boca
A mascararem-me o rosto

E em cada riso que sai / Dos gemidos disfarçados
Há um soluço que vai
Juntar-se ao riso que sai / Nos meus lábios mascarados

E quem me vê rir assim / Não pode compreender
Que há pranto dentro de mim
E que eu ando a rir assim / 
P'ra disfarçar meu sofrer