- - - - -

- - - - -
<> Clique na imagem e oiça Fado <>
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.685 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

O pregão da Rosalina

António Vilar da Costa / Martinho d'Assunção
Repertório de Tristão da Silva

De manhã cedo, quando à minha rua passa
Acho-lhe graça 
E já estou à sua espera
Risonho e ledo, seu pregão tem a magia
Do trinar da cotovia
Em manhã em primavera

A Rosalina
, a vendedeira mais nova
Faz do pregão uma trova
Que já todo o bairro nota
Voz cristalina, que me rasga o coração
Quando me mostra na mão
Os figos de capa rota

De brincadeira, sem que ela nunca se ofenda
Traz-me a merenda
E a seguir, sempre lhe digo
Ai feiticeira, não me lances tais olhares
Pois se não te acautelares
Um dia chamo-te um figo

Ela sorri, sempre picante no trato
Com um sorriso gaiato
Que deixa minh'alma louca
Pois sempre ouvi, que nesta vida de perigos
Há uns que comem os figos
E a outros, rebenta a boca