- - - - - - - - - -

- - - - - - - - - -
- - - - - - - - - -

° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.170 LETRAS PUBLICADAS // 2.000.000 VISITAS // DEZEMBRO 2020

Atingido este valor // Que me faz sentir honrado // Continuo, com amor // A ser servidor do fado.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que nao constam do índice.

Caso encontre alguma avise-me, por favor.

Se não encontra o Fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

Chegaste tarde

António Frazão / Edgar Nogueira
Repertório de Deolinda Maria

Chegaste tarde, já o sol ía tão alto
Já brilhava no asfalto
Resto do tempo passado
Chegaste tarde, raiava já nova aurora
Não viste a noite ir embora
Chegaste muito atrasado

Chegaste tarde ao lugar que querias ter
Não viste o alvorecer
Pela tua sombra lenta
Chegaste tarde, trazias a alma fechada
Cheia de sombras de nada
Em madrugada cinzenta

Chegaste tarde, escondias um segredo
Na tua capa de medo
Da cor dos teus ideais
Chegaste tarde p'ra saberes o meu passado
Para entenderes o meu fado
Chegaste tarde demais