- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

És linda muito linda

Linhares Barbosa (?) / Casimiro Ramos *fado alberto*
Repertório de Alberto Jorge

És linda, muito linda, na verdade
Mas feia, por seres má a todo o instante
Julgas que és alguém e por vaidade
Não respeitas a dor do semelhante

Escarneceste há pouco, que eu bem vi
Daquela pobrezinha que passou
Ela também já foi igual a ti
Sofreu, unicamente porque amou

Julgou a vida um sonho todo rosas
Nos braços dum amor perverso e triste
Que a seduziu com juras mentirosas
E dela fez aquilo que tu viste

Hoje vive em constante desatino
Pois não há bem algum que não se acabe
Nós somos os brinquedos do destino
E o dia de amanhã ninguém o sabe

O rir de quem padece, é crueldade
Medita em tudo isto e sê prudente
Que a sorte é caprichosa, e a vaidade
Tem sido a perdição de muita gente