<> Canal de rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça Fados

<> <> <>
As 5.850 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

Amor afoito

Nuno Figueiredo / Jorge Benvinda
Repertório de Ana Moura

Dou-te o meu amor se mo souberes pedir, tonto
Nâo me venhas com truques
pára, já te conheço bem demais
Dou-te o meu amor sem qualquer condição, por ora
Mas terás de provar que vales mais
Que o que já mostraste ser

Se me souberes cuidar, já sei teu destino
Li ontem a sina, a sorte nos rirá, amor
Se quiseres arriscar não temas a vida
Amor, este fogo não devemos temer

Dou-te o meu amor em troca desse olhar, doce
Não resisto e tu tão bem sabes
Tenho raiva de ser assim
Tudo em mim, amor, é teu, podes tocar, não mordo
Sabes bem que não minto, tonto
Meu mal é ter verdade a mais