- - -

- - -
° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...
- - -
° 6.000 Letras Publicadas // 1.7550.000 Visitas ° Maio 2020
- - -
° Por questãoes de funcionalidade existem índices divididos em 2/3 colunas // Os fados de Coimbra e os Humorísticos estão em colunas isoladas °
- - -
° Procure a letra do Fado // Pelo título correto // E veja aqui publicado // O seu Fado predileto // Se não encontra o seu fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido °
- - -
° fadopoesia@gmail.com °

.

A hora é de saudade

Mário Martins / Miguel Ramos *fado alberto*
Repertório de Francisco Pessoa

A hora é de saudade, meu amor
Nas longas noites calmas de luar
A hora é do silencio que se impõe
De tudo o que entristece recordar;
A hora é do silencio, meu amor
De tudo o que entristece recordar

O tempo em que em viagem, prometemos
Chegar onde ninguém tinha chegado
Mas logo no inicio, nessa estrada
Ficou tudo o que foi imaginado

Parados estão meus olhos, nesta hora
Perdidos p’lo caminho e tão cansados
A recordar o mundo que perdemos
Por caminhar a par, desencontrados

E nada do que fizemos, foi pecado
Nada do que dissemos, foi verdade
Não é bem desta vida, meu amor
Que qualquer um de nós, terá saudade