- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Canal de JOSÉ FERNANDES CASTRO em parceria com RÁDIO MIRA

RÁDIO apadrinhada pelo mestre *RODRIGO*

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
AS LETRAS PUBLICADAS REFEREM A FONTE DE EXTRAÇÃO, OU SEJA: NEM SEMPRE SÃO MENCIONADOS OS LEGÍTIMOS CRIADORES
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
ATINGIDO ESTE VALOR // QUE ME FAZ SENTIR HONRADO // CONTINUO, COM AMOR // A SER SERVIDOR DO FADO
POIS MESMO DESAGRADANDO // A TROIANOS MALDIZENTES // OS GREGOS VÃO APOIANDO // E VÃO FICANDO CONTENTES
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6.525 LETRAS PUBLICADAS <> 2.572.800 VISITAS < > SETEMBRO 2022
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Flores de Verão

José Alberto Marques / José Horta
Repertório de Dora Maria

Entrei na loja da baixa para comprar um vestido
Rosas às rosa florido, era tão lindo de sonho

E pedia quem vendia que o vestisse áquela hora
Nessa hora, nesse dia,nessa hora, nesse dia

Fi-lo a gosto, encantada e quando abri a cortina
Eu senti uma visão, uma loucura qualquer

Não vi riscas nem tecido, baixei os olhos, perdida
No corpo de outra mulher, no corpo de outra mulher

Naquela rosa encarnada, e lá fora, rua fora
Ia de braço nos ombros da tua nova namorada