- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fadinho alentejano

Letra e musica de Paulo de Carvalho
Repertório de Ricardo Ribeiro

Linda cara que tu tens... já sei
Quando chegas noite fora
À espera à porta da casa
Está o teu pai que te adora

Lindos olhos tem o mocho... piu
Quando a noite vem chegando
P’ra deixar passar a noite
Uma moda eu vou cantando

Muda a água às azeitonas / Rega bem os teus tomates
Tem lá cuidado co'a horta
O cravo já está no vaso / Sim senhora, por acaso

Abalaste p’ra Lisboa... pois
Deixaste-me ao pé da porta
Tu seguiste o teu caminho
A minha alma ficou torta

Quando cheguei ao Barreiro... já fui
Lisboa estava fechada
Voltei p’ra casa a cantar
Uma vida abençoada