- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Mensagem para homenagem

Silveste José / Francisco José Marques *fado zé negro*
Repertório de Angelo Oliveira

Eu só quero agradecer
Neste mundo que a crescer
Vai ceifando muita vida
Por mim não lhe levo a mal
È a ordem natural
Prepare-se a despedida

Cruel interrogação
Mora no meu coração / Sinto que de lá não sai
E digo de mim para mim
Porque teria de ser assim / Com o meu querido pai?

Como seria melhor
Vê-lo na rua ao redor / Das coisas de que ele mais gosta
Com tudo o que lhe pertence
Nesta vida que nos vence / E nos ganha sempre a aposta

Já que o destino não quis
Ele totalmente feliz / Até ao fim dos seus dias
Que lhe conceda a virtude
De ter alguma saúde / E mais umas alegrias

Pai, aceita esta mensagem
Que representa a homenagem / A quem a vida me deu
Quem tem filhos tem cadilhos
Tomara todos os filhos / Terem um pai como o meu