- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Casa dos Bicos

Francisco Branco Rodrigues / Popular *fado corrido*
Repertório de Vicente da Câmara

Da famosa Mariquinhas
Em fado alegre e pimpão
Cantou-se e fez tradição
Sua casa e tabuinhas

Mas esqueceram-se as alminhas / Que quase a chegar a Alfama
Outra casa a atenção chama / Porque è toda de pedrinhas

Sem palavras vãs e tolas / Nem quaisquer apaparicos
Eu canto a Casa dos Bicos / Lá no Campo das Cebolas

Ali não se canta o fado; / Nem qualquer mulher mesquinha
Àquela casa alfacinha / Tem o seu nome ligado

È velhinha e faz lembrar / A marinhagem de então
Pois cada bico è padrão / Dos nossos feitos no mar

Casa de pedras velhinhas / Toda de bicos talhada
Tens direito a ser cantada / Mesmo sem teres tabuinhas