- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fiz da noite a minha alma

Tiago Torres da Silva / António dos Santos
Repertório de José Manuel Barreto

Fiz da noite a minha alma
Porque a escuridão acalma
O que em mim é tempestade
E quando se cala o vento
Cala-se o meu sofrimento
Só não se cala a saudade

Talvez não tenha o direito
De escolher com quem me deito / Quando a noite me esquecer
Mas ao menos, por agora
Sei que a noite está lá fora / Mas finjo não o saber

Não quero na minha cama
Mulheres tristes, de má fama / Que cobram pelo que dão
Se eu em troca de um amor
Dei a alma por penhor / P’ra salvar o coração

Só que ao ver-se desalmado
O meu coração, coitado / Diz que já não quer viver
E tristemente, ele aceita
Não escolher com quem se deita / Mas continua a bater